Objeto se transição: uma técnica que pode melhorar a qualidade do seu sono

Recentemente li um post da apresentadora Fernanda Lima contando seu cansaço porque a sua filha caçula, Maria Manoela, se recusa a dormir longe da mãe.

Queixa super comum de mães em aleitamento materno exclusivo , no meu consultório eu receito o objeto de transição. E você , já ouviu falar?

A IMPORTÂNCIA DOS OBJETOS DE TRANSIÇÃO

Os objetos de transição são mais do que os primeiros amigos da criança na primeira infância: eles trazem segurança e acalmam o bebê, sendo muito importantes para o desenvolvimento psicológico.

O termo apareceu pela primeira vez em 1953, nas pesquisas do pediatra e psicanalista inglês Donald Woods Winnicott. Ele classificou como objeto de transição qualquer coisa à qual o bebê e a criança se apeguem após os quatro meses de vida – período após a exterogestação, em que o bebê começa a entender que ele e a mãe não são a mesma pessoa.

É então que o bebê passa a “substituir” a figura materna por qualquer objeto que demonstre apego.

O objeto de transição pode ser um bichinho, um travesseirinho, um paninho ou qualquer outro objeto ao qual a criança se apegue e que sirva de conforto em momentos de insegurança, medo, angústia ou tristeza. Ele é aquela coisinha que seu pequeno não larga por nada nesse mundo e que carrega para todo lado que vai.

Travesseiros e fraldinhas são excelentes opções!

Algumas crianças não terão nunca um objeto de transição. Simples assim. Nesse caso, não precisa se desesperar, ela simplesmente não quis ou não precisou. Não insista.

Ao escolher um objeto de transição, de preferência por algo que possa ser substituído em caso de perda (fraldinhas só ótimas por isso). Afinal, se seu filho se apaixonar e depois ficar sem, aí sim você terá problemas. As fraldinhas são excelentes opções… meu filho amava!

Os objetos de transição são muito usados pelos bebês para compensarem a ausência da mãe . Eles servem como consolo quando a mãe não está por perto ou para acalmar e confortar os bebês em momentos delicados como de insegurança, angústia, sono, cansaço e são ÓTIMOS para ajudar os bebês a dormir.

TREINANDO A CRIANÇA COM O OBJETO DE TRANSIÇÃO

Após a escolha do objeto , coloque-o entre você e o bebê em cada mamada , principalmente nos horários em que a criança costuma dormir , fazendo uma “barreira” entre vocês dois.

Se você oferecer algo e, depois de um tempo, parecer que não rolou uma sintonia, troque o objeto. Experimente um bichinho de pelúcia (sempre antialérgicos, para não virar um problema), um travesseirinho, uma fraldinha.

Se nada der certo , insista na fraldinha !

O objetivo é que , após um certo tempo , a criança comece a se acalmar sem que você precise amamentá-la ou estar coladinha o tempo todo . Auxilia muito no processo do dormir e tem ajudado muitas mamães do meu consultório.

Espero que tenha sido bom para você também!

Autor: Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: