Como tirar a fralda?

Os pediatras costumam recomendar que as famílias iniciem o processo de desfralde a partir de 1 ano e meio até os 3 anos, período em que a criança já é capaz de obedecer alguns comandos. No entanto, mais do que focar na idade, vale lembrar que o momento ideal é quando o bebê se mostrar preparado – e isso pode variar muito de criança para criança.

O desfralde é algo que pode acontecer de um dia para o outro ou desafiar os pais por um bom tempo. Não há regras específicas para seguir, que funcionem com todas as crianças. Cada experiência é diferente, inclusive entre irmãos.

A experiência com meninos e meninas pode ser diferente. Muitos apontam que desfraldar as meninas é mais fácil, mas os especialistas afirmam que não há diferença na maneira de realizar o desfralde.

Tire a fralda diurna

Nas primeiras madrugadas, o ideal é levá-lo a cada duas horas ao banheiro e tente descobrir em que horário, aproximadamente, ele costuma urinar. Então, procure acordar toda noite nesse horário para colocá-lo no vaso e, mais para frente, ensiná-lo a ir sozinho quando precisar.  

A retirada da fralda do período diurno é mais fácil e costuma demorar em média 2 meses. Acidentes poderão acontecer , com perda de xixi na sua sala ou no sofá , principalmente quando as crianças estão mais distraídas . Procure agir com calma e não grite ou repreenda o seu filho , pois ele está em uma fase de aprendizado e isso só irá atrasar o desfralde.

Demonstrar com gestos e diálogo o quão feliz e orgulhoso você está com o seu filho é fundamental. Parabenize-o por todas as vezes que ele conseguir chegar a tempo no banheiro.

A retirada da fralda noturna é mais complicada e exige mais paciência, levando , na maioria dos casos, de seis meses até um ano, contando a partir do momento em que a criança começa a acordar com a fralda seca. Comece diminuindo a ingestão de líquido do seu filho durante a noite.  E antes de colocá-lo na cama, diga para fazer xixi.

Se o seu filho permanecer por um período de 3 a 5 dias com a fralda sequinha de noite, tente tirá-la. Normalmente, o organismo das crianças demora bastante para conseguir segurar o xixi durante o sono profundo, então pode ser um processo demorado.

Brigar, falar mal, reprimir ou manter uma postura negativa diante da criança não vão fazer com que ela aprenda a fazer certo da próxima vez. Pelo contrário, isso acaba desestimulando. Mantenha-se positivo e incentive a criança. Diga que da próxima vez ela vai conseguir; Fale que aquele xixi ou cocô foi compreensível porque ela estava muito ocupada brincando. Seja paciente.

Dicas

1.Penico : para mim foi a solução ! Minha dica é: deixe o penico no lugar aonde a criança passa mais tempo . Assim , quando bater a vontade , o penico estará próximo e a taxa de sucesso maior . Com o passar do tempo , vá afastando o penico em direção ao banheiro e só depois faça a transição para o vaso sanitário.

Mesmo se o seu filho for menino, é importante que ele aprenda, primeiro, a fazer as necessidades biológicas sentado, pois as chances do xixi e do cocô virem juntos no começo são grandes.

2. Não tenha pressa : é muito comum após o desfralde a criança passar a ficar com o “intestino preso”.

Ver irmãos e amigos usando o banheiro é um estímulo para a criança, que deseja copiar os maiores e entende o processo como natural.

3. Atividades no banheiro : adesivos de , livros e levar o bichinho de pelúcia favorito ao banheiro são atividades que , na minha opinião , atrapalham e distraem a criança . Evite.

4. Roupas adequadas : Nada de roupa difícil , como um macacão por favor ! Os pequenos irão sujar muito mais peças de roupas no desfralde. Portanto, prepare peças extras e fáceis de colocar e tirar (inclusive meias e sapatos, sim, eles também se sujam). É importante também que a criança consiga tirá-las e colocá-las sozinha.

5. Calcinha , cueca e protetores : Alguns produtos como calcinhas e cuecas de transição podem ser úteis tanto para gerar mais conforto ao bebê, para que não fique molhado, como para evitar que você saia limpando o chão a todo instante! Os protetores absorventes para o colchão também são um ótima dica para quem já vai iniciar o desfralde noturno.

Existem no mercado as ‘pull-ups’, como são chamadas as ‘fraldas de treinamento’, que podem ser uma mão na roda nesse processo, e se assemelham bastante com roupas de baixo e podem ser tiradas facilmente pelos pequenos.

6. Paciência : Evite fazer esse processo em momentos muito turbulentos da vida da família, como mudança de casa, de escolinha, chegada de um irmãozinho, morte de um parente, viagens, separação dos pais etc.

Meu filho está pronto para deixar as fraldas ?

Muito se fala sobre as técnicas de desfralde, mas uma dúvida paira sobre a cabeça das mães: será que o meu filho está pronto para iniciar o processo ?

As redes sociais nos trazem imagens e vídeos de bebês fazendo cocô no vaso sanitário antes de 1 aninho , ideias mirabolantes para acelerar o processo , mas a realidade em casa pode ser bem diferente.

Crianças com constipação intestinal pela retirada antecipada das fraldas , tem sido uma queixa muito comum no meu consultório. Perdas de fezes ou de xixi, choro ao evacuar e outro transtornos podem estar relacionadas ao processo de desfralde .

ENTÃO COMO SABER SE O SEU FILHO ESTÁ PRONTO ?

1. Teste da escada

Um dos sinais de que seu filho ou sua filha adquiriu este controle é sua capacidade de subir 5 ou mais degraus de uma escada sem se apoiar em nada. Essa etapa do desenvolvimento indica que o seu filho já possui controle dos esfincteres, as estruturas que controla a a saída das fezes e xixi .

Outro indicativo é o fato de suas fraldas ficarem um bom tempo limpas, além de fazer xixi de uma vez, e não de pouquinho em pouquinho.

2. Não gosta de fralda suja

Quando seu pequeno demonstrar incômodo com a fralda suja, é um momento oportuno para mostrar a ele que evacuar no vaso sanitário é uma opção muito mais confortável! Isso pode ser um estímulo extra para que o desfralde aconteça de forma tranquila.

Uma boa dica é usar uma fralda bem justa no desfralde – auxilia no processo e conscientiza a criança de que ela cresceu

3. Ficar sentado por alguns minutos

Este comportamento é algo esperado desde muito cedo, mas a capacidade de ficar sentadinho no penico é algo adquirido com o tempo e requer atenção e concentração. Se seu pequeno ou pequena é muito inquieto ou agitado, procure formas de auxiliá-lo : ler livros pode ser uma boa opção.

4. Idade para desfralde

Especialistas apontam que as crianças tendem a estar prontas para o desfralde diurno a partir de 1 ano e meio de idade, porém, muitas delas só estarão prontas depois dos 3 anos. É importante ressaltarmos que a idade é apenas um dos fatores e não o mais relevante.

Uma criança de 2 anos pode mostrar-se pronta, mas isso não quer dizer que as que começam o desfralde aos 3 anos estão atrasadas. Não se prender unicamente à idade e estar atento aos sinais comportamentais e psicológicos é o mais importante.

5. Saber nomear o xixi e o cocô

É importante observar se a criança já sabe nomear as partes do próprio corpo, assim como seu próprio xixi e cocô. O momento da troca de fralda é ideal para mostrar à criança o cocô que ela fez.

Livros também podem ser ótimos recursos para este aprendizado.